Caminho da Dor

O Caminho da Dor é um passatempo educacional que visa testar o conhecimento sobre como a dor é processada no organismo.

Veja como funciona neste tutorial.



CONTINUAR

PULAR INTRO

Os números ( help ) são as etapas cruciais no Caminho da Dor

  • Substância P

  • Córtex Cerebral

  • Neurônio de 3ª ordem

  • Percepção da Dor

  • Mão Direita

  • Via Descendente

  • Tálamo

  • Neurônio de 1ª Ordem

  • Interneurônio

  • Neurônio de 2ª Ordem

  • Tronco Cerebral

  • Células danificadas inflamadas/Fibras nervosas sensoriais

  • Trato espinotalâmico

  • Corno Dorsal

  • Encefalinas (Opioide)

  • Via Ascendente

  • Neurotrans 5HT/NA

  • Sinapse

  • Continuar

    REGRAS DO JOGO

    Cada número na imagem representa uma etapa no Caminho da Dor.

    As etapas foram listadas aleatoriamente na tela quiz . Exemplos de etapas: tronco cerebral, sinapse, interneurônio...

    O desafio consiste em relacionar corretamente todas as etapas com seus respectivos números na tela home . Pode se começar por qualquer número/etapa.

    Após cada acerto, é possível se obter uma explicação clicando no texto.

    Após cada erro é possível tentar de novo o mesmo item ou qualquer outro.

    O limite de tempo é de 10 minutos.

    Completado o desafio ou exaurido o tempo, é possível acessar uma relação de todas as etapas e suas explicações na tela question_answer, ou clicando nos textos da figura completa na tela home .

    O desafio pode ser repetido quantas vezes quiser, sempre começando do zero, clicando na tela replay.

    Se quiser consultar as regras do jogo, clique em add.

    Resumo ícones do rodapé :
    home Caminho da Dor.
    quiz Lista das Etapas.
    add Regras do Jogo.
    replayComeçar de novo.
    quiz Etapas e explicações, disponível somente após finalizado o teste.

    Ok

    respostas



    1 - Mão Direita

    A mão direita sofre uma lesão evidente e as células imunológicas reagem. Quando uma célula é danificada, incluindo as células da pele, elas começam a liberar citocinas pró-inflamatórias. Estas fomentam a liberação de prostaglandinas no local da lesão ou infecção de tecidos. As prostaglandinas controlam o processo da inflamação, entre outros.

    2 - Células danificadas inflamadas/Fibras nervosas sensoriais

    Neurofibras sensoriais existem em todo o corpo e vão responder às prostaglandinas.

    3 - Neurônio de 1ª ordem

    O neurônio de 1ª ordem leva sinal de perigo à medula espinhal para o corno dorsal.

    4 - Substância P

    Um neuropeptídeo que age como neurotransmissor e neuromodulador. No processo da dor, a Substância P transmite sinais nociceptivos por meio de fibras aferentes primárias para neurônios de segunda ordem da coluna e do tronco cerebral.

    5 - Corno Dorsal

    A substância cinzenta está localizada na parte interna da medula espinhal. A medula espinhal é o primeiro local de retransmissão na transmissão de informações nociceptivas da periferia para o cérebro. É o lugar onde os corpos neuronais estão localizados e onde as informações são processadas. Ela está configurada em diferentes cornos: ventral, dorsal, lateral e intermédio. O Corno Dorsal espinhal é o responsável pelas informações sensoriais. Os sinais sensoriais são transmitidos da periferia por fibras aferentes primárias para o corno dorsal da medula espinhal, onde esses aferentes fazem sinapses com neurônios intrínsecos do corno dorsal espinhal.

    6 - Sinapse

    Dentro do Corno Dorsal, o neurônio de 1ª ordem faz sinapse e retransmite o sinal de perigo para o neurônio de 2ª ordem (8 precisa ser destacado).

    7 - Neurônio de 2ª ordem

    Neurônio de 2ª ordem, cruza para o lado oposto e sobe pelo trato espinotalâmico, através do tronco encefálico e na direção do tálamo, no encéfalo.

    8 - Trato espinotalâmico

    Trato espinotalâmico para o tálamo (ver nociceptor doc)

    9 - Tronco cerebral

    Tronco cerebral composto de três componentes:

    1. Mesencéfalo
    2. Ponte
    3. Medula

    10 - Via Ascendente

    A via ascendente é responsável por transmitir sinais de dor para a dor, para o córtex somatossensorial a dor.

    11 - Via Descendente

    A via descendente controla / inibe a via ascendente, modulando a dor antes de chegar a níveis superiores do Sistema Nervoso Central. Uma rede modulatória central da dor inclui o giro cingulado, cinza periaquedutal, tegmento pontino dorsolateral e medula ventromedial. Essas áreas exercem efeitos antinociceptivos ou pronociceptivos por meio de vias descendentes que utilizam serotonina, norepinefrina ou dopamina como seus neurotransmissores primários.

    12 - Tálamo

    No tálamo, o neurônio de 2ª ordem faz sinapse com o neurônio de 3ª ordem.

    13 - Neurônio de 3ª ordem

    O neurônio de 3ª ordem carrega o sinal de ameaça e a retransmite para a região do cérebro que se correlaciona com a MÃO DIREITA lesionada.

    14 - Percepção da Dor

    Sensação no lado oposto do cérebro onde o estímulo ocorreu

    15 - Córtex Cerebral

    O córtex cerebral é onde a percepção da dor é percebida. Os estudos de imagens cerebrais revisados ​​aqui indicam o substrato cortical e sub-cortical que sustenta a percepção da dor. Em vez de localizar um "centro de dor" no cérebro, estudos de neuroimagem identificam uma rede de estruturas somatossensoriais (S1, S2, IC), límbicas (IC, ACC) e associativas (PFC) que recebem entradas paralelas de múltiplas vias nociceptivas.

    16 - Neurotrans 5HT/NA

    Neurotransmissores influenciam a modulação facilitadora ou inibidora da transmissão do impulso doloroso a nível da medula espinhal. Os mais importantes no sistema descendente são a serotonina (5-HT), noradrenalina (NA) e opioides endógenos.



    Caixa (zoom abaixo)



    3 - Neurônio de 1ª Ordem

    O Núcleo Supraótico (NSO) traz um Action Potencial (AP) e estimula vesículas a liberar conteúdo (Substância P).

    4 - Substância P (igual a 18 anterior)

    A Substância P estimula o Núcleo Supraótico (NSO) e propaga o impulso até o tálamo.

    17 - Interneurônio

    A liberação da Substância P estimula um pequeno interneurônio, que libera um opioide endógeno chamado encefalina.

    18 - Encefalinas

    As encefalinas são chamadas de ligantes endógenos, pois são derivadas internamente e se ligam aos receptores opióides do corpo. Elas tem importante papel ao regular a nocicepção no corpo:

    1. Inibindo a liberação da substância P.
    2. Inibindo a despolarização do neurônio pós-sináptico, detendo a sinalização para o tálamo.


    Se você carecer de familiaridade com o tema, ou quiser se aprofundar nele, recomendo assistir o vídeo Fisiologia da Dor (8 min) e/ou ler os artigos Fisiopatologia da Dor e Anatomia e Fisiologia da Dor. Depois, faça o teste de novo. Garanto que o teste será bem mais produtivo.